F ó r u m Y a o i P r o j e c t B r

F ó r u m Y a o i P r o j e c t B r


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Sussurro [Terror/Sobrenatural/Zumbis] Muahaha

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 2]

Booom >.<
Minha primeira vez postando algo aquii
Acho que tem muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuita coisa pra ser revisada. Mesmo por não tendo terminado ela ^^''


Nome da fic(história) = Sussurro
Autor:HeeikoMichi
Terminada: Nãao

Sussurro.

Prólogo

Então, este era mais um dia comum, como todos os outros, numa rotina que nunca se cessava...

Danbury- Connecticut- Estados Unidos
Nos dias atuais.

Era uma terça-feira, como as milhares e milhares de outras terças-feiras. Só não me recordava como fazia tanto frio, e como o tempo estava fechado naquele dia.
Em um esforço de me acostumar a acordar às 8 horas da manhã eu sempre deixava meu velho despertador atento. Mas só nesta terça-feira ele se esquecera de tocar, eu ainda estava deitado, tentando, num esforço falho de me tirar da cama e ir tomar café. Ainda estava escuro no meu quarto, pois era meio que impossível algum vestígio solar passar pela veneziana e pelas grandes cortinas que lá estavam. Mas depois de um minuto eu tive a coragem de colocar um pé para fora, e vagarosamente pousar sobre o chão, senti um calafrio na espinha ao sentir a temperatura do chão, que por sinal, não era nenhum pouco quente!
Depois de eu ter certeza que me enrolei o suficiente no edredom para não ter frio, eu coloquei minhas pantufas, um pouco novas. E comecei a descer as escadas, estas, não faziam barulho algum, eu estava quase que me perguntando por que eu estava descendo as escadas parecendo um ladrão silencioso, após ter chegado a cozinha eu acendi a luz. Perguntava-me também por que estava tão silencioso na casa. Quando eu parei de frente com a geladeira eu me lembrei o porquê do silêncio! Meus pais tinham morrido, confundidos em uma rua escura como ladrões, e baleados por policiais. Eu só tinha quatro anos na época.
Assim, fiquei morando com meus avos maternos. Que também faleceram assim como os paternos. Bom... Não me restava pais, nem avos.
Assim que abri a geladeira que estava quase explodindo de tantas guloseimas que eu preparara, fui logo pegando uma caixa de leite, que estava pela metade. Coloquei um pano sobre a mesa, juntamente com o açúcar, Nescau, manteiga e um bolo, que acabara de ser assado. Depois de terminar de comer. Peguei um copo de leite, e fui caminhando até a janela. Quando eu vi um pingo que estava escorrendo. Assim se deu inicio a uma grande chuva. Sem coragem de ficar olhando a cidade pela janela da cozinha eu me dirigi para a sala. Minha casa ficava numa parte isolada da cidade. Depois sentei calmamente no sofá, e então olhei bem para o meu copo de leite. Decidi correr até a cozinha e colocar ele por lá e voltar correndo para a sala, onde deixei meu edredom, quando consegui FINALMENTE achar uma posição agradável no sofá, liguei a TV. E logo de cara me deparei com uma notícia alarmante, automaticamente me coloquei sentado no sofá, com a cara pregada na TV, esta anunciava:
‘’Testes para uma arma biológica acabam em desastre no Japão, as causas da tal perda de controle são desconhecidas. ’’
Eu disse: Nooooooooossa!
‘’A preocupação desta arma é um vírus que nela estava sendo adicionado, este, é um vírus com um grande índice de contágio. O Japão está tomando medidas para conter essa catástrofe. ‘’
Com o término do programa, eu, ainda de boca aberta peguei o controle e desliguei a TV. Com o silêncio, cruzei as pernas, e daí me lembrei que só faltava uma semana para voltar às aulas, me sentia animado para rever meus amigos, mas desanimado por voltar à escola. Bom, era meu ultimo ano na escola, eu tinha 17 anos.




-CONTINUA
Bom, já tive que recomeçar isto muitas vezes.
E também não é todo dia que estou inspirado pra jogar isso tudo pro PC kkk''



Última edição por AkihikoMichi em Qui Mar 29, 2012 4:26 am, editado 2 vez(es)

Ver perfil do usuário
Uuia HSUAHSUAHUSAHSUA
Não sabia que você tinha cerebro pra fazer tudo isso Twisted Evil

Mas hein, gostei da narrativa!!
Queria ver como vai terminar essa história *-*
Parabéens Baka <3

Ver perfil do usuário
oun *-*
Você me elogiando *-*
Que cuute..
Já estou fazendo um primeiro capítulo!

Ver perfil do usuário
Bom mesmo, por que essa coisa ai parece boa xD HSUAHSUAHUSAHSUA
Euri, ''Zumbis. Gostam de você pelo que você tem por dentro.''
HAHAHAHAHHAHAH

Ver perfil do usuário
Conti.....

7 Dias depois!

Faltavam apenas algumas horas para começar as aulas, eu estudava no período noturno. Até lá, decidi pegar alguma coisa para ler, depois de ter revirado a estante inteira preferi ver TV, me joguei como de costume no sofá, e daí liguei a TV. Estava procurando por alguma notícia interessante, eu precisava de uma boa conversa com meus amigos quando eu voltasse a vê-los! Em todos os canais, a única coisa que se passava era sobre o acidente no Japão. Então o apresentador falou algo que me chamou a atenção:
’’ O vírus é totalmente ofensivo, este, é chamado popularmente como, Vírus dos Mortos Vivos. Até agora, o vírus se mostrou quieto, digo, ele AINDA não sofreu mutação, os cientistas japoneses disseram que o pior ainda está por vir!
Tudo começou quando o Japão estava tentando fazer um experimento em mortos, então, após muitos testes, eles conseguiram implantar um vírus que faz o coração voltar a bater, não precisando de sangue. O tal ‘’morto-vivo’’ tem os sentidos primitivos, só não enxergam. Mas, algo não deu certo. Uma contaminação, um agente químico, mudou a fórmula do vírus, e é daí que esses mortos-vivos precisam se alimentar de carne fresca. Como já foi dito, o vírus tem altos índices de contaminação, no caso, começou no laboratório, as pessoas do laboratório morreram e voltaram à vida como zumbis, e então, através de mordida e arranhão, a doença vai contaminando muitos, e esses contaminam outros e assim sucessivamente. Mais informações estão por vir, fique atento. Até mais! ‘’


Depois de ficar paralisado por alguns minutos, eu olhei para o relógio, calcei meu tênis, e quando estava indo para abrir a porta, que por sinal, a maçaneta estava muito gelada. Quando eu abri, um vento muito gelado e muito forte me pegou. Com vontade de voltar pra dentro de casa, eu peguei um casaco, e voltei pra fora. Quando eu estava fechando o portão, eu reparei a minha rua... A minha casa. Bom, minha casa é um pouco isolada da cidade. Meus pais me deixaram uma grande casa! –E uma gigantesca herança.
Eu olhei pra rua, de um lado para o outro. E comecei a descer à rua, quando a próxima ventania veio, as arvores derrubaram uma grande quantidade de folhas, que eram vermelhas. Enquanto eu andava olhando fixamente para baixo. As folhas cobriam o chão. O único poste de luz estava quase falhando. Até que a luz se apagou, bom, eu me perguntei se isso foi causado pelo resfriamento dos fios, ou por ela ser tão velha. Quando eu estava para sair da minha rua, eu voltei à calçada e continuei meu caminho para a escola, quase antes de chegar, notei que o tempo estava fechado, uma visibilidade falha, até estranhei de tanta neblina, parecia que iria começar a chover a qualquer instante. Quando voltei o olhar para frente, me deparei com o portão da escola, enferrujado, mas muito resistente.
Quando estávamos na hora do intervalo, me juntei aos meus amigos como de costume. E conversamos sobre assuntos diversos. Não gosto muito de falar sobre a minha escola... Não gosto de escola mesmo!



Ver perfil do usuário
Yo-chi, conseguiu me deixar curiosa pela continuação... ironicamente, me lembra minha fic "Isolation, Annihilation", que tem mais do que zumbis, e em vez de um simples virus é toda uma série de catastrofes. é uma fic de 30 caps + 5 extras, que conta o 1º mês de um pequeno grupo de sobreviventes nesse mundo devastado. Sinopse: “O mundo é algo monótono. O dia-a-dia é algo monótono. Então por que uma mudança é ruim? Por que te-lá realizada é ruim? Por que este caus se iniciou?”. Essas são algumas perguntas que surgem quando um simples desejo de abandonar a monotonia diária é realizado.
“Cuidado com o que deseja” é uma frase comum de nosso dia-a-dia, então, por que ela é tão importante? A resposta para essa pergunta é o que “eles” descobrirão quando o ciclo de vida do mundo conhecido acabar em um dia e se reiniciar em um mês.


esterei aguardando ancioso pela continução, e sei que vc não irá desapontar (tipica fraze que deixa qualquer um com um nó no estomago, não?)

conti...
cuidado para não apelar demasiado no clichê do mau pressagio, ok?^^
e... tenta dar uma polida no dialogo do ancora, sabe, eles não são tão estrovertidos, e usam jargões mais técnicos para dar ponpa sem ficar muito complicado de entender, sacou? Embarassed (ai que giria mais anos 90 foi essa \apanha)
mas no geral está promissor, como os caps são curtos não dá pra dizer muita coisa, mas um dos métodos mais eficientes para desenrolar uma estória é interpretala mentalmente, como se estivesse assistindo-a^^

Ver perfil do usuário http://boku-tachiwaotaku.blogspot.com.br/
Okaay *-*
Vou prestar atenção nesses pontos que você comentou :3
Eu também estou curioso ._.
Tem tanta coisa pra falar, nem sei por onde começar... tipo, eu tava jogando ''Dead Island''(Jogo macabro e com ótimos gráficos com temática zumbi)
E acabei de ler um ''Guia de Sobrevivência contra zumbis'' umas 200 paginas tem o livro, muuuuuuuito bom, foi um ótimo informativo pra mim, aprimorei algumas coisinhas que não sabia como tipo. Solanum, é um víruz que age na corrente sanguínea(em uma pessoa viva), e vai atacando todas as celulas, cessando a atividade corporal, então depois de um tempo infectado, o coração para de bater, mas o cérebro ainda funciona. Uma vez que o víruz atacou todas as células e que o corpo ja esta considerado morto, após um tempo, ele é reanimado, com algumas semelhanças do cadáver normal. Algumas funções do corpo permanecem como andar e blabla.
Bom, PODEMOS DIZER QUE ZUMBIS EXISTEM DE FATO!!!
E isto tudo é causado por um víruz!!!!!

Ver perfil do usuário

Ver perfil do usuário
Yo-chi, serca de mais de 6 mil pessoas nos EUA no ano de 2000 já haviam passado por uma situação de morte (leia-se que não estavam em atividade) simultanea do cérebro e coração, então técnicamente eles todos são mortos-vivos^^

existem certos venenos como a tétrodoxina que podem parar as funçoes do coração e do cérebro por alguamas horas, e depois vc acordar como se tivesse apenas dormido (claro que a pessoa fica em estado letargico como em uma animação suspensa, e essa é a base para os zumbis vuuduu^^)

Ver perfil do usuário http://boku-tachiwaotaku.blogspot.com.br/
Ja lii o guia de sobrevivência *_* rs
Muito interessante mesmo né Aki-chaan(Akihiko)

Ver perfil do usuário
Aki-chan o_o
Me lembra Sensitive Pornograph
A segunda parte lá.
Mas então!!
Terça feira eu venho com outra parte *-*
Se bem que eu não tô muito inspirado e com muito tempo não.
Mas dá pra sair alguma coisa, sou mt preguiçoso pra essas coisas D:
KSOPAKPSOAKPOSKAK
Mas, btw, Allice, gostei do Apelido, mesmo sendo meio feminino ._.

Ver perfil do usuário
nhaaaaaaaaaaaa kde a continuaçao joooosh!?
eu tina visto a primeira parte e fiquei esperando rs mas agora lias outras e ta de parabéns! *-* QUERO VER O RESTOOOOOO nyahahahah
:*

Ver perfil do usuário
Bom, como eu sempre tenho costume de sair por ultimo da escola, porque eu realmente não tenho nada para fazer em casa, quando eu passei pelo portão, senti que tinha alguém, alguma coisa me vigiando de longe, também me dei conta que a neblina tinha desaparecido. Como o chão estava repleto de folhas secas, se não me engano, ouvi um barulho peculiar de quando se pisa em folhas secas, veio em direção da esquina mais próxima que no caso era a minha esquerda. Parado e olhando pra frente, fingindo que não tinha escutado nada, dei meu primeiro passo, no momento eu estava me sentindo um pouco metálico talvez fosse o frio ou talvez fosse meu corpo que estava transbordando preocupação.
Depois de ter andado o suficiente até chegar perto de casa, eu me perguntei se ainda estava sendo seguido, até que eu vi alguém se espreitando nas árvores, eu fiquei olhando a pessoa correndo numa velocidade misteriosa, e confusamente andei mais rápido no rumo de casa, pensando que aquilo era só a minha imaginação idiota de adolescente, parei de correr e então olhei pra trás, quando voltei minha visão vi um homem na minha frente, este usava uma roupa que só deixava os seus olhos aparecendo. A cor era um tom alaranjado, estes, me olhavam como se eu fosse uma presa pronta para morrer dilacerada.
Fechei meus olhos com força, pensando que eu estava só imaginando tudo aquilo e daí direcionei meus olhos para baixo e continuei andando, deixando aquela figura estranha de lado, estava frio e deserto na rua, as arvores se torciam, resultado de um forte vento, só um poste com uma luz, quase se apagando, a estrada molhada, o cheiro de terra molhada. De um modo eu estava me sentindo atordoado, todo aquele cenário me deixava nervoso, isso não é normal, não para mim.
Quando cheguei à frente do poste, eu estava com tontura, acho que por falta de comer algo nutritivo, como legumes, frutas. Olhei para trás rapidamente, e percebi que ‘’aquilo’’ não estava mais lá, mas, quando eu volto a minha visão ele estava lá, de braços cruzados olhando para mim, mesmo achando uma idéia idiota, eu a fiz, perguntei:
- Quem diabos é você?
Fez-se um silêncio, parecia que aquele silêncio nunca acabaria.
Até que, eu ouvi uma voz, parecia mais um cochicho:
- Asmodeus
Eu respondi:
- Já ouvi esse nome, não sei onde, mas já me é familiar.
Ele aumentou o tom de voz:
- Ah, deixe-me refrescar sua cabeça, eu sou o primeiro príncipe do Inferno.
Eu engoli em seco, dei um passo pra trás, e gaguejei: M-mas como... COMO ISSO É POSSÍVEL? Ah, já sei, deve ser alguma droga que aquelas vacas da cantina colocaram na minha comida.
A criatura riu despreocupadamente:
- Ah faça-me um favor Joshua não seja descrente, isto é um grande insulto à minha pessoa.
Eu parei de rir por um instante, e o olhei fixamente nos olhos ‘’dele’’ e disse:
- Mas que porra é essa? Sabe até meu nome.
Ele falou:
- Eu sei o que está por vir, e sei que não é bom, mas, claro! Ambos sabemos que não é bom!
Eu continuei:
- Ahn? Você diz o vírus? Já está sendo contid...
-HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA- Ele me interrompeu bruscamente- Então é isso que você acha criança? Você acredita na palavra destes noticiários subornados pelo governo para acalmar a situação? Acho que o seu querido presidente não é muito chegado em transtornos em seu país, eles gostam de impor uma fachada, gostam de mentiras! O mundo inteiro está comprometido, alias a humanidade inteira.
Eu senti um medo transbordando de mim e falei:
- Você é mesmo um demônio?
Ele falou:
- Olha, que lindo, ele sabe quem eu sou... Agora posso dormir tranqüilo sabendo que fiz a lição de casa.
Eu o encarei, quando eu pisquei, ele estava totalmente diferente, estava com um terno, e parecia uma pessoa normal, era alto, e sério, e velho.
Ele senti algo vindo de dentro de mim, até que apontou na minha garganta, eu me virei para trás e vomitei.
Ele respondeu num tom de desculpas:
- Perdão, não estava agüentando ficar naquela roupa que segurava meus poderes. Este cheiro que está sentindo é de enxofre, de onde venho tem muito. E agora exatamente você deve estar suando, e não sentindo frio. Não ajustei corretamente a temperatura aqui neste lugar. É que... Eu prefiro lugares quentes.
Quando eu me recompus eu disse:
- Você tem um sotaque britânico, que legal cara!
Ele respondeu:
- Tenho qualquer sotaque que quiser. Pulando este assunto idiota que você IRIA me perguntar, como tipo, de onde saiu todo esse cheiro de enxofre e bla bla bla. Eu vim aqui para te ‘’salvar’’- ele disse num tom demoníaco e não me soava que estava aqui para brincadeira.
Eu falei:
- Salvar dos mortos-vivos?
Ele:
- Está aprendendo fácil senhor Morgan, e sim, eu sei seu sobrenome, aliás, eu sei tudo sobre sua vida, e vim aqui para fazer um trato, já respondo, você ira morrer, e vai aparecer em um lugar que eu gosto de ir muitas vezes, e você me dará os seus 2 olhos.
Eu:
- AHN?
Ele:
- HAHAHA! Adoro esse tipo de reação. Mas só estava brincando. Só me responda uma coisa, você acredita em anjos, em Deus, em demônios, em Lúcifer?
Eu respondi:
- Hm, já que sou católico, eu cresci escutando que demônios e anjos existem, então sim
Quando eu terminei uma frase, ele sorriu e disse: Vejo-te mais tarde...
Até que ele começou a correr em direção à floresta, e desapareceu.

Ver perfil do usuário
Muahahahahahahah♥
gostei disso, parece diabolicamente shonnen mangá *-*

mas uma curiosidade sobre nomes.
Lúcifer, o primeiro e mais belo anjo do senhor, também é chamado de Lilith, que é a primeira grafia registrada para Eve, ou seja, Eva (de Adão e Eva), porém Lilith (Lúcifer), em épocas mais antigas também era chamado de Dalva. Dalva é o nome da primeira estrela a surgir ao cair da noite, ou seja o planeta Vênus, que é o planeta mais quente do sistema solar emcoberto por nuvens de enxofre, Vênus também é um planeta com mares de lava (o que também pode ser chamado de Mares de Fogo), ou seja, a paisagem da superficie de Vênus, é a imagem padrão para o "inferno fumegante". por isso, o surgimento de personagens femininos com nomes como Lilith e Dalva, podem ser usados como referencias a apraiçoes fisicas de Lúcifer, o primeiro anjo caido. lembrando que na literatura biblica original Lúcifer como todos os outros anjos NÃO possuem asas.
em acrecimo posso dizer também que uma passagem comum sobre as aparições de Lúcifer aos homens é "... Não é raro que Satã surja diante dos homens sob a forma de um anjo de luz.".

espero que isso possa lhe dar alguma inspiração, se precisar de mais informações é só dizer.
ex: na catequese disse que somos todos decendentes de Adão e Eva, mas se o diluvio matou a todos exeto a familia de Noé, pode-se dizer que somos a dessendencia de Noé. (algo abordado no mengá D.Grey Man).
e também existem as "decendencias fantasmas", já que Cain (de Cain e Abel) era casado com sua prima. mas se todos descendem da Adão e Eva, quem era a irmã de Eva para gerar uma prima para Cain?

Ver perfil do usuário http://boku-tachiwaotaku.blogspot.com.br/
Tô pensando ainda no que eu coloco nisso.
Mas obrigado Tohru, me senti um superstar contigo comentando aqui ^^''
Ja que tu é expert em fics/histórias :3

Ver perfil do usuário
Oq acontece? Para onde ele foi? Pq essa reação..
Mano ta parecendo Fairy Tail e quando termina sem explicação e tenho que esperar uma semana para saber o resto T-T

Michi-kun é um genio *-*
Isso realmente vale a pena!!!

Ver perfil do usuário
a fic ta muito interessante *-* Tirando o fato que o Michi-kun me contou o final do negocio pelo msn, tudo bem né T_T XD ahushauhsau ainda terão muitos detalhes, entao nao perdeu totalmente a graça kkkkk

Ver perfil do usuário http://kawaicandy.blogspot.com
etto, como eu disse, eu não tinha nada preparado... e não sabia mais ou menos o desenrolar da história, por isso, não vai ser daquele jeito que eu te disse Oneeeeee-chaan >.<
E obrigado :3''
Fico feliz em saber que voces gostaram '.'

Ver perfil do usuário
WAA *-*
Amey, merece oscar *_*''
(L)
Eu tava lendo sozinha aqui em casa Q.Q
dá um medo bounce
Quero só ver a continuação tongue

Ver perfil do usuário
obrigado meu amor *-*''

Ver perfil do usuário
NYAAA !! Antes, eu tenho um agradecimento! Pro Tohru-kun, ele me ajudou com o futuro conteúdo que está por vir, muuuuuuuuito obigaduuuu Tohru king *v*''


Eu tive uma leve dor na minha cabeça e... Então eu retomei meu caminho de casa, mas o estranho era que, eu não conseguia me lembrar da minha ultima hora, parecia que ela foi apagada, bom, pelo fato de que minha cabeça me latejava achei que fosse por essa causa que perdi a memória. Depois de andar mais um pouco eu me encontrava em frente do meu portão, abri minha bolsa e peguei as chaves e quando eu abri a porta da casa, um ar quente saiu, até parecia que eu tinha esquecido o...
AQUECEDOR! – eu gritei.
Subi correndo para ver se tinha acontecido algo como dar um curto circuito, ou o aparelho tivesse estourado, ou derretido, ou algo parecido.
Mas estava em perfeitas condições, desci as escadas e tentei achar onde estava minha fome, abri a geladeira, pensei por impulso eu a fechei, então abri novamente e fiquei olhando para o bolo que eu tinha feito... Parecia que eu tinha achado minha fome, peguei uma fatia considerada grande e para acompanhar peguei um refrigerante, liguei a TV e di minha primeira mordida senti algo escorrendo pelo lado de minha boca, acho era o que dizemos de ‘’ água na boca ‘’. Depois que eu engoli, eu senti um gosto estranho e forte, por impulso eu passei o dedo e olhei, foi daí que eu vi uma cor vermelha, então eu cheirei o tal líquido vermelho, era sangue, então rapidamente eu volto meu olhar ao pedaço de bolo e nele se encontrava um coração pulsando, e jorrando sangue, uma voz fraca em minha cabeça dizia:
- COMA! COMA! ENGULA TUDO, MASTIGUE.
Então, eu ouvi por ultimo um estalo em meu cérebro, e então eu continuei a comer, como se nada estivesse acontecendo, até ri um pouco, parecia uma criança, comendo sua primeira refeição sozinha, se vai comer doce é melhor se lambuzar, era essa frase que eu seguia. Depois de ter terminado meu banquete grotesco, eu fui lavar minhas mãos, tudo aquilo me parecia muito normal, principalmente o gosto.

2º Capitulo

Eu estava numa igreja, pelo cenário eu estava sonhando, o sol estava nascendo, e assim que um raio bateu no grande vitral num formato de cruz, um belo rapaz apareceu, vestindo um terno de cor platina, este, parou em frente o altar. E falou: - Quanto tempo Lúcifer.
Eu estava sentado num banco da igreja, mais ou menos no meio dela. Foi daí que eu vi um velho senhor que usava uma bengala andando em direção ao rapaz, com a voz fraca ele falou:
- Você recebeu meu recado, que feliz eu me encontro agora.
O rapaz se virou, e o encarou:
- Eu tenho muitas coisas a fazer, seja breve.
Lúcifer disse:
- Basta! Fazer coisas de o tipo mandar um de seus arcanjos implantarem o ‘’Solanum’’ naquele projeto científico no Japão? O que você almeja?
O rapaz falou seriamente:
- NÃO ME ACUSE POR ISSO, VOCÊ NÃO TEM PROVAS!
Lúcifer exclamou:
- Você acha que eu não tenho um espião dentre o seu reino?
O homem se sentiu ameaçado e falou num tom de ofensa:
- Desta vez você venceu, mas não poderá fazer nada, assim como no dilúvio que eu criei. EU VOU CASTIGAR A HUMANIDADE NOVAMENTE! NÃO ERA ISSO O QUE EU QUERIA DESTE MUNDO! ESTÃO DESEJANDO MAIS TECNOLOGIA DO QUE RELIGÃO! Então vão ser esmagados pelos seus desejos, serão massacrados, extintos. E VOCÊ! NÃO PODERÁ FAZER NADA, NADA CONTRA MIM!
Parecia que eu tinha se esquecido de como se respirava, havia uma pressão, grande o bastante pra me fazer desmaiar, mas eu ainda relutava para ver até o final.
O velho que se apoiava na sua bengala, se virou em direção da porta principal, e caminhava até ela. Então ele parou, e ficou de costas, olhando para baixo, e começou a rir, a risada ecoava por toda igreja, ia e voltava de todas as direções, parecia que tudo estava trêmulo, a única coisa que eu podia fazer era escutar e olhar a cena. O velho cantou:
- Será meeeeeesmo que eu não possa fazer nada? Até mais. HAHAHAHAHAHAHA!
A imagem de Lúcifer desapareceu, a única coisa que me deixava com medo era a cara que o jovem fazia, de raiva.



Última edição por AkihikoMichi em Sex Maio 11, 2012 12:03 am, editado 2 vez(es)

Ver perfil do usuário
OMG !!!!!!!!!!
Entao dai podemos entender que a culpa é Divina, e não satânica. O lado bom é o lado mal >.<''
Confuso mas SUPER LEGAL !!!!!

Ver perfil do usuário
sim sim ^^''

Ver perfil do usuário
Yocchi bigado pelo agradecimento, se nos esbarrarmos no msn pode pedir mais conselhos^^ (se precisar)

gostei *-* a coisa ta indo por um caminho -mahahahahah♥-vilhoso^^

Ver perfil do usuário http://boku-tachiwaotaku.blogspot.com.br/
Bom, este capitulo é meio rápido e por ser rápido, pode ser meio difícil de se compreender, leiam com atenção!

Outra cena estava vindo, mas então escutei um barulho totalmente irritante. Acho que era hora de...
IR PRA ESCOLA! – Eu gritei e me coloquei de pé do lado da cama, e então eu olhei pro meu despertador, e adivinha? Sim, eram exatamente meio-dia, e eu estudo de noite. Então eu peguei o despertador e taquei-o pela janela, e fiquei estressado por que eu tinha certeza de que não conseguiria dormir novamente, depois de sair chutando tudo o que tinha pelo caminho, eu consegui me acalmar um pouco, e já que não tinha nada pra fazer, decidi entrar no meu velho computador, era uma relíquia. E percebi que ele estava de bom humor daí eu comecei a pesquisar algo sobre esses ‘’mortos vivos’’... Eu queria saber mais, mas como o tal Demônio disse o presidente está tentando acalmar a situação, e está. Assim que a página carregou, me deparei com um anúncio que dizia: ‘’Esta página está suspensa em todo o país, até segunda ordem’’.
Eu fiz uma cara de ‘’Ah que maravilha’’ e tentei procurar em outros lugares, mas tudo o que eu via era aquele anúncio, até que eu voltei à página de pesquisas, e então a energia piscou, eu por impulso tento ligar e desligar uma luz, mas não estava dando muito certo! Quando eu estava me dirigindo ao relógio da energia de casa, eu escuto um barulho peculiar vindo do meu quarto, então eu saio correndo em direção ao meu quarto, eu abri a porta lentamente, até que eu olho em direção à minha cômoda que ficava do lado de minha cama, e espantado eu vi o meu velho despertador tocando, só que parecia um novo despertador. Ainda chocado eu peguei o despertador na mão, foi daí que eu senti um frio na espinha e deixei o despertador cair no chão. Em seguida eu escutei o meu computador ligando (Sim, fazia um grande barulho) repetindo a outra cena, eu me pus em disparada ao computador, este, tocava o hino dos Estados Unidos, eu fiquei de longe olhando o computador, assustado. Parecia que eu estava entrando em algum tipo de hipnose causada pela música, até que a campainha começa a tocar, e eu tomei um grande susto, com dúvida de quem poderia ser, eu peguei um casaco e acendi a luz lá de fora (estava escuro, pois a cidade se encontrava em um tempo de chuvas fortes) e quando eu abri a porta, esperando ser algum mendigo pedindo esmola, eu não me deparei com ninguém.
Depois de horas, olhei para o relógio, e ainda era oito horas da noite, decidi voltar a dormir. Tive uma bela noite de sono, até que eu acordo com o barulho infernal de uma sirene de bombeiro. Levantei-me num pulo, e sai pra fora de casa para ver o que realmente estava acontecendo, então quando eu abro a porta, eu me deparo com a casa que estava abandonada há anos em chamas, eu fui chegando perto, até que dei de cara com um bombeiro este falou: ‘’Não se aproxime muito’’, eu fiz uma cara de ‘’sim senhor’’.
Eu estava morrendo de vontade de entrar lá, por algum motivo. Depois de entrar pela floresta, sujar meus pés, eu achei uma janela, olhei de um lado para o outro, e entrei e rapidamente me veio um surto de adrenalina, e então subi as escadas, e então escutei alguém vindo, e rapidamente entrei em um quarto, o estranho é que quando eu abri, senti uma pressão vinda do quarto, parecia esmagadora e demoníaca! Foi daí que eu fiquei mudo, direcionei minha visão ao teto, e vi dois corpos pendurados lá, eles se encontravam sem os olhos, eu comecei a soar frio, parado e olhando os corpos que estavam fincados com uma estaca no teto. Eu fui perdendo o medo, e fui chegando mais perto, até que eu consegui ver suas testas, em uma estavam escrito ‘’NEW’’, provavelmente com uma faca, e na testa do outro corpo, estava escrito ‘’LAW’’. Rapidamente eu pensei... New Law? Nova Lei?
Não havia vestígio de sangue no quarto, apenas dois corpos, de dois homens, pareciam ter 40 anos. Eu estava para relar num corpo, quando ouvi muitos passos direcionados à escada, então me escondi num velho guarda-roupa que não tinha pegado fogo. Então alguém arrombou a porta, metendo um forte chute nela, foi daí que eu escutei:
- Policial Bennet venha dar uma olhada!- uma voz feminina exclamou. Eu pude ouvir mais alguns passos, até que uma voz masculina disse:
- Por Deus! O que é isto?! Ajude-me a descer os corpos!- eu abri lentamente a porta do guarda-roupa para dar uma rápida espiada, quando o policial relou num corpo, a barriga do homem simplesmente abriu, e então muitos papeis vermelhos caíram, provavelmente encharcados de sangue, e não existia nada em suas barrigas, todos seus órgãos foram removidos, não deixando rastros. A policial gritou:
- NEW LAW? O que está acontecendo aqui? P-Por que os órgãos não estão aqui, e por que os corpos deles estão abertos? O que está acontecendo aqui?

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 2]

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum